30 de setembro de 2011

BATONS DAILUS (COLEÇÃO INSPIRADA NA M.A.C)

Depois de lançar três novas cores de batons inspirados nos batons da M.A.C, a Dailus lançou uma coleção inteira de batons matte também inspirados nas cores da M.A.C. Tive oportunidade de conhecer todos na Beauty Fair (falei disso aqui). A coleção de batons cremosos já existia e eles complementaram com essas três cores novas. Em seguida, lançaram a coleção matte que tem váaaaaaaarias cores.

Da coleção dos cremosos, como eu disse, são 3 cores: Up Kisses (inspirado no Up the Amp), Eletric (inpirado no Vegas Volt) e Nude (inspirado no Myth). Na verdade, esse "inspirado" é tipo cópia mesmo, porque os batons são praticamente iguaaaais! Na Beauty Fair testei todos e são muuuuuuuuuito parecidos.

Ganhei da Dailus a cor Up Kisses e ele é um irmão muito parecido com o Up the Amp mesmo. Olha os dois lado a lado. MAC na esquerda, Dailus na direita:




É moooointo igual, néam?! Agora amostrinhas na pele. MAC na esquerda, Dailus na direita:



O acabamento do Dailus é cremoso. O que é ok, já que o acabamento do Up the Amp da Mac também não é matte e, sim, o que a MAC chama de amplified (cor intensa, cremoso, com brilho discreto). O acabamento desses Dailus também podemos definir assim: cor intensa, cremoso, com brilho discreto.

Agora, os dois no bocón:

Up the Amp, M.A.C.

Up Kisses, Dailus.

O da Dailus é um pouquinho mais claro, mas isso não tira seu mérito. É lindo mesmo assim e eu amei!!!

Aí que eu ganhei dazamiga Karen, o laranjinha, que eu estava suuuuuuper desejando, o Eletric, que é a cor inspirada no Vegas Volt. Eu não tenho o Vegas Volt aqui pra comparar, mas eu conheço e é realmente moooooointo parecido!




O acabamento é o mesmo do Up Kisses, ou seja: cremoso, cor intensa e brilho discreto. Esse "cor intensa" não chega a ser tãaaaaaao intensa quanto dos batons de acabamento matte, mas já se tem cor com uma única passada. Não é aqueles batons que você olha e tem uma cor perfeita, aí quando você passa na boca, é totalmente translúcido, sem cor nenhuma.

Amostrinha na pele:


Amostrón no bocón em duas luzes diferentes:





Eu super amei essa cor (tá, já falei isso!). Ao contrário do que pode parecer, eu não amo só os rosas. Amo todos os coloridos. Amo muito os vermelhos também!!! Mas realmente acabo comprando mais tons de rosa mesmo. Mas esse foi amor à primeira vista!

29 de setembro de 2011

FILTROS SOLARES

Há anos que não tomo sol no rosto mais e vivo de filtro solar o dia inteiro. Acordo, lavo o rosto e já passo o filtro solar. Faça chuva, faça sol. Se eu for pra rua ou for ficar em casa. Não dispenso o filtro solar no rosto por nada. E, nesses anos de "luta", fui experimentando, testando e conhecendo várias marcas de filtro solar. Seja indicada pelo dermatologista ou outras que conheci por indicação de amiga, propaganda, e tal.

Mas então, resolvi mostrar pra vocês alguns filtros solares e fazer uma "resenha" (continuo odiando essa palavra) com minha opinião sobre cada um pra ajudar vocês na hora de mudar de filtro solar.

Vamos a eles:








1- Anthelios XL Fluide Extreme, La Roche-Posay.

Foto do produto no dorso da mão (pra mostrar a textura) e foto do produto espalhado:





FPS: 60.
Textura: líquida.
Cor: branca.
Livre de óleo? Não especificado.

Meu pitaco: a textura líquida facilita a aplicação do produto que se espalha super bem. Foi recomendado pelo meu dermato por eu ter a pele bem oleosa com tendência a acne. Eu joguei a caixinha fora e não lembro se tem alguma especificação sobre esse filtro solar ser livre de óleo. Na embalagem não diz nada.

Ponto positivo: é o filtro solar mais recomendado pelos dermatologistas por ter alta proteção contra os raios UVA, o que a maioria não tem (apesar de dizer que sim). Interage bem com a maquiagem.

Ponto negativo: deixa o rosto branco, igual um fantasma. Por mais que você espalhe o produto, ele fica com aspecto esbranquiçado. E também deixa o rosto com aparência de pele oleosa. Não fica sequinho.


2- Anthelios XL Tinted Cream, La Roche-Posay.

Foto do produto no dorso da mão (pra mostrar a textura) e foto do produto espalhado:


FPS: 50.
Textura: creme com cor de base.
Cor: de base.
Livre de óleo: não especificado.

Meu pitaco: textura creme com cor de base que, na minha pele ficou com aspecto super "gorduroso". Não sei se existe outra opção de cor, só encontrei essa e ficou bem escura em mim.

Ponto positivo: assim como todos protetores da La Roche, são os mais indicados pelos dermatologistas pela qualidade de proteção oferecida e pelo alto fator de proteção UVA.

Ponto negativo: super ultra mega oleoso, deixa a pele com aspecto de gorduroso e não seca nunca.


3- Fotoequilíbrio Ultra, Natura.

Foto do produto no dorso da mão (pra mostrar a textura) e foto do produto espalhado:

FPS: 30.
Textura: creme fluido.
Cor: branca.
Livre de óleo: sim.

Meu pitaco: não gostei da textura. Por mais que você espalhe, ele parece que não "interage" com a pele.

Ponto positivo: o preço, que é bem mais em conta do que os outros indicados pelos dermatologistas. 

Ponto negativo: esse filtro solar não interage com a pele, muito menos com a maquiagem. De dia, gosto de passar o filtro solar e base por cima. Todas as bases que já testei por cima desse filtro solar não funcionaram. Você aplica e ela "esfarela" com o filtro solar. Forma gruminhos, sabe?! Não rola!


4- Solar Expertise, L'oreal Paris.

Foto do produto no dorso da mão (pra mostrar a textura) e foto do produto espalhado:


FPS: 30.
Textura: creme.
Cor: branca.
Livre de óleo? Sim.

Meu pitaco: não consegui usar este filtro dois dias. O rosto fica super ultra mega brilhante. Pode ser livre de óleo, mas o aspecto é de pele oleosa, de tanto que brilha. Aspecto de pele suja, na verdade. Cheguei até a ligar no SAC da L'oreal quando comprei, mas a  atendente falou pra eu usar "menos" produto. Ou seja, se eu passo um grão de arroz e espalho no rosto inteiro, não tenho proteção solar nenhuma! Isso non-ecziste!

Ponto positivo: cheiro agradável, textura fácil de espalhar e de aplicar. Interage bem com a maquiagem, porém atrapalha um pouco o aspecto seco da base, se sua intenção for um resultado matte.

Ponto negativo: foi o que eu escrevi aí em cima no pitaco... o rosto fica muito brilhante, com cara de sujo e gorduroso.


5- Minesol Oil Control, Roc.

Foto do produto no dorso da mão (pra mostrar a textura) e foto do produto espalhado:



FPS: 30.
Textura: gel creme.
Cor: branca.
Livre de óleo? Sim.

Meu pitaco: quando encontrei esse filtro solar, encontrei meu amor eterno! É o único realmente seco. Depois de aplicado, fica matte, brilho zero.

Pontos positivos: pra quem tem pele oleosa é o achado, como eu disse no pitaco aí em cima, ele fica super seco. Interage bem com a maquiagem.

Ponto negativo: o cheiro não é o melhor do mundo. Na verdade, cheiro é muito pessoal. Eu não gostava no início, mas hoje, me acostumei.


6- Minesol Antioxidant Serum, Roc.

Foto do produto no dorso da mão (pra mostrar a textura) e foto do produto espalhado:

FPS: 30.
Textura: serum (o fator 30 é o único que tem a versão serum).
Cor: branco transparente.
Livre de óleo? Sim.

Meu pitaco: comprei esse filtro solar com a maior expectativa de que ia ser O filtro solar. Comecei a procurar por ele mesmo antes de ser lançado porque achei bem interessante essa textura serum, mas não achei grandes coisas.

Ponto positivo: cheiro agradável, textura fácil de espalhar e interage bem com a maquiagem.

Ponto negativo: acontece uma coisa muito estranha com esse filtro solar: você passa ele, acha que tá arrasando e sai linda. Aí, de repente, quando você olha no espelho, tem umas coisas brancas na sua pele. Fica uns esbranquiçados do nada, em algumas partes. Super mico!


7- Spectraban T Color Base, Stiefel.

Foto do produto no dorso da mão (pra mostrar a textura) e foto do produto espalhado:

FPS: 35
Textura: loção fluida.
Cor: de base.
Livre de óleo? Não especificado.

Meu pitaco: é o filtro solar que eu estou usando atualmente. Adoro a textura e a cor desse filtro solar. Tem dias que uso o Minesol e por cima o Spectraban.

Ponto positivo: já tem uma cor que funciona como base. É uma "base" bem translúcida, tipo a Face and Body da M.A.C. Textura inclusive parecida. Cobertura leve. Tenho usado esse filtro solar bastante.

Ponto negativo: a pele fica com bastante brilho (tipo a Face and Body mesmo). Pra quem gosta da pele mais sequinha, recomendo usar um pó de leve por cima, que já resolve isso. Outra coisa é que na embalagem diz que a proteção UVA é +++, o que, pra mim, significa X, ou seja: X.

Ufa!!!

O post ficou enorme, né?! Mas então, essa é só a minha opinião e como funcionou pra mim. Cada pessoa, cada pele é de um jeito. Só lembrar que a minha pele é oleosa e com tendência a acne, então, uma pessoa com a pele seca pode ter uma impressão pessoal totalmente diferente desses filtros solares.

E vocês? Alguém usou e teve a mesma experiência? Alguém usou algum desses e teve uma impressão oposta da minha? Me contem!

27 de setembro de 2011

COMO NÃO SE MAQUIAR (APRENDENDO COM O PASSADO)

Se inspirar em maquiagens das décadas passadas é super bacana. Assim como na moda, muita coisa volta a ser tendência também na maquiagem depois de algum tempo. Hoje em dia, por exemplo, maquiagem inspirada nos anos 50-60 está super em alta. Exemplo disso são os cílios postiços, delineadores e os chamados cílios-aranha (spider lashes), inspirados na modelo Twiggy (ícone dos anos 60). Enfim, todo esse papo é pra dizer que a moda, a maquiagem e as tendências vão e voltam.

Porém, voltam "repaginadas", com uma outra leitura. Nunca idêntico ao que era. Devemos nos inspirar nas tendências apontadas pelo passado, mas tomarmos cuidado com as armadilhas dele.

Os anos 80, por exemplo, foram ótimos. Sim, eu vivi neles e posso falar, mas foi uma década muito over, inclusive na maquiagem. Tudo muuuuuuuuito. Muito blush, muita sombra, muita cor, muito batom vermelho, enfim, o caos instalado (na cara da pessoa). Então, bora pegar o passado (mais especificamente essa década de 80) pra aprender o que a gente não deve fazer! Hahaha


Madonna e Cindy Lauper foram dois grandes símbolos da década de 80. Naquela época, as pessoas, sim, se maquiavam quase desse jeito. As mulheres até hoje se espelham nas famosas (seja da novela, da música nacional ou internacional) e, na década de 80 não foi diferente.

Hoje em dia, achamos tudo isso é bem over. Too much. E, ainda que a gente queira se inspirar em algo dos anos 80, algumas coisas realmente devemos deixar pra trás. Vamos a elas!

Lembrando, sempre, que os posts de "como não se maquiar" criticam a maquiagem das celebridades e não o caráter ou a competência, nem muito menos a importância delas para nossa cultura!

- Sombras multicores combinadas com batom também colorido. Nos anos 80 tinha disso. As pessoas usavam azul + verde nos olhos, por exemplo, e um batom vermelho na boca. Hoje em dia, quando usamos um batom vermelho, por exemplo, optamos por tons mais neutros nos olhos. Não estou falando que não se deve usar olho preto com batom vermelho, por exemplo. Ou olho super marcado combinado com batom vermelho ou pink. É perfeitamente possível e fica lindo em alguns casos. Só estou dizendo que a combinação frenética de muitas cores numa make só... ficou pra trás.


- Sombra escura ou colorida até a sobrancelha. Outra tendência que ficou pra trás. Usar uma cor de sombra na pálpebra inteira, desde os cílios até a sobrancelha. Queria ter achado uma foto ilustrando isso com sombra verde, azul ou outras cores bem "cheguei" pra vocês lembrarem como fica bizarro, mas não achei de famosos, apenas pessoas aleatórias anônimas, então não rolou.



- Blush na diagonal. O mais importante deste post, sem dúvida, é esse modelo de blush. Aquela época em que as mulheres faziam biquinho chupando as próprias bochechas pra passar blush ficou definitivamente pra trás. O blush super marcado e na diagonal ficou morto e enterrado junto com a década de 80. Hoje, o blush remete mais a um corado natural das maçãs do rosto e é aplicado bem onde a gente cora naturalmente mesmo.

Aqui, ó:


Óbvio, com moderação. Ninguém vai fazer uma bola de blush na bochecha, né?! O modelo ideal fica assim, como na minha musa, Vanessa Rozan:


Tipo "sou rica... tava ali fazendo uma caminhada e tomando uma água de coco". Hahaha

Até agora, você deve estar se perguntando "a Brena não queria pegar fotos de anônimas, mas quem são aquelas pessoas ali em cima?". Explico: A foto que tem duas pessoas juntas é da abertura do Fantástico na década de 80. E a outra não faço a mínima, mas claramente se vê que é uma foto de divulgação e não uma foto caseira que uma cidadã qualquer postou no Facebook, por exemplo.

Então, é o que eu sempre digo: não tem certo nem errado na maquiagem. Tem o bom senso e tem a falta de noção. Um pouco de bom senso é bom pra gente não sair por aí parecendo que saiu da abertura do Fantástico:




Esse tipo de maquiagem só fica bom em uma ocasião: Festa Trash 80's. Fora isso, esquece!

Só relembrando que tudo isso é exemplo do que não devemos fazer na hora da maquiagem. De novo, não estou criticando ninguém, apenas relembrando técnicas de maquiagem que ficaram em tempos remotos e não devem ser relembradas na vida real.

MUDANDO DE ASSUNTO:

Gente, to toda feliz que me achei maquiando neste vídeo:


Mais ou menos no 0:30.

Como eu pareço fofa quando to muda, gente!!!

26 de setembro de 2011

BATOM MATTE NYX NA COR TEA ROSE

Ganhei da Mimos para Beleza esse Batom Matte da coleção nova da NYX na cor Tea Rose pra testar e mostrar pra vocês. Eu já mostrei um batom dessa coleção aqui, e olha, esses batons matte da NYX estão bombando de vender porque são bem sequinhos mesmo, mas, não secos a ponto de deixar os lábios secos também. Dá pra passar o dia com ele numa boa, tem durabilidade e fixação excelentes, enfim, uma ótima escolha dentre os batons sem brilho que amamos. E eu achei essa embalagem super moderna (e, diga-se de passagem, já super copiada pela Avon e Dailus).

Fotita do batom com e sem flash (já não lembro mais qual é com e qual é sem, mas só pra vocês perceberem a cor mesmo, pois a cor nessas fotos está super fiel à cor original):



O Tea Rose é um cor de boca meio rosado, incrível! Virou um dos meus queridinhos agora! Amostrinhas na pele, com dois tipos de luz:


Muita gente deve se lembrar que aquela coleção de batons cremosos da NYX (Round) também tem uma cor chamada Tea Rose. Pensei até que fossem idênticos, porém com outro acabamento, mas resolvi comparar os dois e vi que não são não, olha só:


Na esquerda o Tea Rose da coleção Matte e na direita, o Tea Rose da coleção cremosa Round. Tanto a cor, quanto o acabamento são diferentes.

Aí eu resolvi comparar também com o Thalia, outro queridíssimo da NYX, que mora na minha bolsa e eu amo. Um cor de boca também mais rosado, lindo.

 Na foto abaixo, da esquerda pra direita: Thalia (coleção Round), Tea Rose (Matte) e Tea Rose (Round):


Também não se parece muito, mas colocando um do lado do outro fica difícil de escolher, né?! Todos lindos! E nessa foto dá pra ver bem que o Tea Rose da coleção Matte é o único sem brilho mesmo. A textura e durabilidade dele também é diferente dos outros, por ser mais seco. Os Round são cremosos e saem com mais facilidade (mesmo assim, eu amo hahaha).

Agora, antes que eu me esqueça, o Tea Rose Matte na boca:


Cor super usável pro dia-a-dia e até mesmo pra acompanhar aquele olhão bapho à noite, né?! AMO! E se você também amou, nada de pânico! Eu sei que NYX no Brasil é difícil de encontrar (não são todas cidades que tem loja... a de BH fechou em maio), ainda mais lançamento que custa a chegar por aqui. Mas não se desespere porque tem pra vender aqui. E tem também aquele rosa bapho que eu mostrei aqui. Corre!

23 de setembro de 2011

BATOM ILLAMASQUA: ALTERNATIVAS VIÁVEIS

Muitas meninas amaram o batom rosa (Corrupt) da Ilamasqua que mostrei aqui e me perguntaram como faz pra comprar esse batom. O site deles até entrega no Brasil, mas, como eu não tive uma boa experiência, prefiro não recomendar. Então, prometi às leitoras queridas que eu acharia os clones do Corrupt no Brasil. E olha, não foi difícil. Achei uma versão nacional, da Natura, uma da M.A.C (que não é nacional, mas vende no Brasil) e uma da CoverGirl, que também não é nacional, mas não é difícil de se achar por aqui. Nenhum deles é "nossa, idêntico", mas são bons substitutos.

Fotografei as 4 opções lado a lado, mas olha, vou ser bem sincera com vocês, a cor da foto de nenhum dos batons está fiel nessa foto abaixo. Mesmo assim, vou postar pra vocês repararem a semelhança deles com o da Illamasqua. E depois fotografei cada um separadamente, na pele e na boca, que aí sim, a cor está mais fiel.


Mas aí, gente... algumas de vocês devem estar pensando: nossa, nada a ver essas cores e tal. Realmente, essa foto não ajudou. Mas vamos analisar os quatro juntos na pele. Da esquerda pra direita:

Girl about Town (M.A.C), 325 (CoverGirl), Corrupt (Illamasqua) e Rosa 4 (Natura).



Parece a mesma foto, mas são duas diferentes. Clica nelas que elas ficam maiores e dá pra ver bem. Essas amostras na pele ficaram bem fiéis às cores dos batons, pois tirei na luz natural.

O da Illamasqua é o terceiro da esquerda pra direita, mas repare a semelhança de todos com ele. Na verdade, a maior diferença é o acabamento que, como eu disse no post sobre esse batom, o acabamento da Illamasqua é o mais perfeito EVER! O Girl about Town tem acabamento que a M.A.C define como "amplified", que é um acabamento cremoso com brilho discreto. O da CoverGirl tem um acabamento super parecido com o da M.A.C e o da Natura parece que tem um acabamento bem matte, mas na boca tem um certo brilho.

Nessa foto abaixo, que tirei em outra luz, dá pra ver um pouco do acabamento de cada um:


E agora, na boca, onde a cor está super fiel e dá pra ver direitinho o acabamento de cada um. Detalhe para o acabamento perfeeeeeeeeeito da Illamasqua. 

Girl about Town, M.A.C.

325, CoverGirl.

Corrupt, Illamasqua.

Rosa 4, Natura.

O da Illamasqua é um pouco mais claro do que os outros que arrumei de irmãos dele, mas substituem bem, né?! Todos têm a mesma vibe, apesar de não serem idênticos.

Uma das leitoras me perguntou se ele parecia com o Candy Yum-Yum da M.A.C, mas não parece não, olha:


Corrupt na esquerda, Candy na direita.

22 de setembro de 2011

RESULTADO SORTEIO CLEANSING & POLISHING TOOL SIGMA

Meninas, chegou a hora!!!!!!!! Muita emoção!!!


Foram 561 pessoas inscritas e cada uma delas recebeu um número automaticamente quando preencheu o formulário do sorteio (esse número aparece apenas pra mim, na planilha do Google Docs). E o número sorteado pelo site www.random.org foi:


A inscrição correspondente é da(o): Karime Pinto Alberto.


Parabéns, Karime. Você tem 48 horas para responder o e-mail com seus dados para envio. Caso não tenhamos resposta, sortearemos outro número após essas 48 horas.

O prêmio, como foi dito nas regras do sorteio, será enviado diretamente pela Sigma e, como se trata de um envio internacional, pode ser um pouco demorado.

E, pra quem não teve a mesma sorte que a Karime, a Sigma entrega no Brasil e você pode comprar o seu Cleansing & Polishing Tool aqui. Ou, se você é do tipo aficcionada por pincéis, como eu, a Sigma tem kits bapho de pincéis (e também pincéis individuais) aqui.

21 de setembro de 2011

MAQUIAGEM PARA PELES MADURAS

Sempre quis falar sobre maquiagem para peles maduras no blog, mas como é um assunto looooongo, precisaríamos de vários posts. Aí, fui convidada pela Clínica da Pele para dar uma entrevista sobre o assunto para o site deles e a matéria foi ao ar hoje, agora! Fresquinha!

Quem quiser conferir a entrevista, clica aqui ou na imagem abaixo. Chama a mãe, a vó, a tia, pois as dicas são preciosas!!!


Depois quero saber o que vocês acharam!

FOTOS + MAKEUP

Eu nunca falo da minha vida de maquiadora aqui, né?! Pouca gente que lê o blog sabe que eu trabalho como maquiadora. A maioria - creio eu - pensa que eu sou só mais uma blogueira metida a dar conselhos de maquiagem. E aliás, blogueira é um título que eu abomino e não quero pra mim. Eu tenho uma profissão, uma formação e um trabalho. Acho "blogueira" um termo pejorativo. Parece gente que não tem o que fazer da vida e resolveu montar um blog. Não sou assim, nem a maioria das minhas queridas leitoras que - já percebi - são cheias de conteúdo.

Mas chega de blablablá e vamos ao que interessa. Quero mostrar, pra vocês, fotos desse último sábado. Maquiei aproximadamente 50 pessoas em um espaço makeup da NYX montado dentro de um evento super bacana, o Buddha Bar, em Belo Horizonte.

Na verdade, só to postando porque achei que fiquei gata nas fotos. Hahahahaha











 
Então, pras leitoras que não sabiam: sim, eu trabalho como maquiadora (sou maquiadora formada pelo Senac-MG), dou cursos de automaquiagem individual ou em grupos. Coisa que quase ninguém sabe também. Quem quiser mais informações, pode me mandar um email. Aqui na lateral direita do blog tem a opção "contato" onde tem meu email.

Quando vi essas fotos hoje, pensei que fosse um bom momento pra falar sobre isso, apesar de estar cheia de assuntos pro blog, inclusive os produtos da viagem que ainda não mostrei quase nada. Hahaha. Todo dia surge um assunto que passa na frente! hahaha